quarta-feira, 22 de julho de 2015

Viajando com criança para o exterior - Parte I

Esse é um assunto com diversas opiniões e muitas dúvidas.

Quando planejávamos a nossa primeira viagem para o exterior, chegamos a comentar com alguns casais de amigos (sem filhos) sobre nossos planos. Percebemos que as opiniões sobre levar ou não o nosso filho pequeno de 3/4 anos para a viagem mudava de pessoa para pessoa. Na época um casal amigo nosso estava indo à Disney, e claro que a Disney era um dos primeiros lugares que gostaríamos de conhecer. Quando cogitamos ir com eles à Disney, nossa amiga disse na hora: "- Vocês vão, mas não vão levar o Enzo né?", a minha cara na hora foi "Claro porque viajar com você é mais importante do que proporcionar dias inesquecíveis para o meu pequeno na magia da Disney"...  Gente, sério !? Eu não sei vocês, mas passar o dia longe dele já é muito difícil, agora pensa 10, 15 dias, isso é algo fora de cogitação para mim (pelo menos por enquanto), algumas pessoas podem até nem se importar, ou alguns destinos de fato não seriam tão "Ual que espetacular" para as crianças, mas ainda penso: "Juntos acharemos diversão para todos". E sendo uma mãe pegajosa como sou, decidimos que qual fosse nosso primeiro destino ao exterior seria com ele, era a nossa primeira viagem e não gostaria que quando estivéssemos vendo as fotos ele dissesse: "-Vocês nem me levaram...". Talvez em uma segunda viagem ao mesmo local, consiga ir sem ele, se for curta, claro. Ou não, decido isso no futuro (...risos).
Alguns vão me achar louca, outros se identificaram com meu sentimento de mãe.

Viajamos meu marido, o filhinho e eu. Não fomos em excursão, com guia, ou com grupos de viagem, era apenas nós com nós mesmos, dependendo apenas do nosso jogo de cintura.

Dito isto vamos a alguns detalhes de como foi entre Embarques e Desembarques com ele.

O texto vai ser grande, então sentem que lá vem história, ou leiam apenas os tópicos de interesse =).

Levar crianças na viagem requer alguns preparativos especiais entre embarcar e desembarcar.

1. Documentos

·         Passaporte (apesar de dizerem que se tem passaporte nenhum outro documento é necessário, preferimos nos precaver e levar também RG, e Certidão de Nascimento)
·         Carteirinha de Vacinação
·         Seguro Saúde Internacional (Contratamos em nossa seguradora), acredito ser indispensável nunca se sabe com crianças e com nós adultos também, então compramos para os 3 o que dá impressão de valer a pena. Alguns cartões de crédito oferecem esse benefício gratuitamente (como o Visa Platinum), é bom verificar com seu cartão antes de contratar o serviço.

2. Medicamentos
·         Viajamos no inverno, então 1 dia antes de viajar marcamos pediatra, e explicamos que viajaríamos por aproximadamente 20 dias pelo exterior e que para onde iríamos a temperatura estava perto dos -15ºC, então a pediatra dele, em cima do histórico dele, nos receitou todos os medicamentos possíveis necessários, em caso de sintomas como febre, coriza, dor de garganta, enjoo, etc. Compramos todos os remédios receitados e levamos conosco. Na época ele tomava uma bombinha para alergia, então ela já nos deu uma receita para o caso de precisarmos comprar lá.

É IMPRESCINDÍVEL que os remédios levados SEJAM RECEITADOS PELO MÉDICO, e que estejamos com a receita em mãos (só assim embarcamos com eles na mala de mão).

Montada a nossa mini farmácia, nós a levamos na bagagem de mão, afinal era um voo de 12h (que acabou virando quase 24h, temos que levar em consideração possíveis atrasos).


3. Na espera e durante o voo

Temos que levar em consideração que crianças até uma certa idade, ficam "entediadas" rápido. Então o que fizemos:

·         Horário; nos programamos para chegar com as exatas 2 horas de antecedência, assim não ficaríamos tantas horas esperando (apesar do voo ter atrasado por aproximadamente 4h entre Brasil e Nova York).
·         Brinquedos; levamos 3 brinquedos, os que ele mais gosta, assim intercalávamos, e como ele ADORA tecnologia desde sempre, levamos os celulares com bastante bateria, assim era algo a mais para entretê-lo durante a viagem (dica: levem brinquedos que caibam na bolsa, pois esquece-los é muito fácil, perdemos 2 =/).
·         Comida: Até entrar na área de embarque você pode levar seu lanchinho, após entrarmos na área de embarque, se quiser comer algo será obrigado a comer o que tem nos cafés. Então se levarem alguma coisa para beliscar, comam antes de passar para área de embarque. Lembrem-se também que em voo doméstico (dentro do mesmo país) não tem refeição, pois o tempo de voo é mais curto, então fazer uma refeição antes é interessante.
·         Carrinho de Bebê, Bebê conforto: Nós levamos o nosso carrinho, o que foi excelente porque ele dormiu antes de embarcarmos. Colocamos ele no carrinho e ele ficou confortável. Além do que, apesar de lá ser barato, quisemos economizar esse dinheiro já que se comprássemos lá teríamos que trazer, então já levamos. Quem compra passagem para criança (tem idade máxima, não me recordo agora), tem direito a despachar um carrinho, ou bebê conforto, ou cadeirinha de auto, você tem 2 opções:

- Para o carrinho: Despachar junto com a mala ou, pegar um cartãozinho com seu nome e destino. Com esse cartão você pode seguir com o carrinho até a porta de entrada do avião e lá você o entrega à aeromoça que vai despacha-lo, e ao desembarcar você retira na porta do avião mesmo. Nós optamos pelo cartão, porque colocá-lo no carrinho e seguir era mais fácil e mais confortável do que ficar carregando no colo, ou se preocupando se ele está exatamente do seu lado, se não vai ficar correndo (coisas que criança faz) e etc. Além do que dependendo de onde vá passar pela imigração a fila é enorme e a espera é grande, então já estar com o carrinho é bastante útil, nós ficamos quase 2 horas esperando, já pensou?

- Para o bebê conforto e cadeirinha de auto: Despacha-lo ou leva-lo no avião, porém para levar esses objetos no avião eles tem que ter o selo do inmetro para avião, que os qualifica para serem acoplados em cadeira de avião. Bom, se for bebezinho de colo não precisa comprar passagem, porém eles vão no colo, e se você for levar a cadeirinha do auto ou o bebê conforto para que vá sentado precisa pagar pela cadeira. Então é uma coisa bem particular de cada um. Se despachar não precisa nem pagar a passagem, nem do selo do inmetro.

·         Durante o voo quando o avião atinge uma certa altitude a pressão atmosférica é muito diferente da em terra, principalmente próximo ao avião pousar. Sentimos muito essa mudança e as crianças não são diferente, eu fiquei 3 dias surda, literalmente surda, senti uma dor de ouvido absurda. No voo entre Brasil e Nova York o Enzo não sentiu, pois estava dormindo, a médica tinha passado remédio para enjoo, o que deu um sono fora do comum nele, e ele dormiu o voo inteiro, mas no voo de Nova York para Orlando, ele sentiu e chorava muito, gritava, o que meu deu desespero porque eu também senti e imaginava o que ele estava sentindo e no momento eu não podia fazer nada, até que um americano no avião sentiu nosso desespero e nos ofereceu bala mastigável e disse que ajudaria ele, e não é que resolveu ?! Quando ele começou a mastigar as balinhas, 5 minutos depois disse que já não estava mais sentindo doer tanto e o ouvido não estava mais tampado, então DICA: levem balinhas mastigáveis, chiclete, qualquer coisa para mastigar muito quando o avião se preparar para pousar, porque ajuda, para não dizer que resolve mesmo, assim nós e os pequenos não sofremos tanto.

·         Na mala de mão: Eu levei, a minha mini farmacinha (receitada pela médica dele), os brinquedos, e 3 trocas de roupa, para o caso de uma eventualidade, levei roupas de frio extra porque sabia que ao desembarcar estaria muito frio.

Bom resumindo, entre embarcar e desembarcar foi basicamente isso, acho que a diferença de um voo doméstico para um voo internacional é mesmo o tempo do voo, os atrasos que acontecem mais, a imigração e os documentos certos.

Espero que esse post, ajude alguns papais e mamães que estão pensando em viajar com os pimpolhos.

No próximo post falarei como foi em cada destino com ele, como ele aproveitou. E nos seguintes o que conhecemos em cada lugar, onde ficamos, acompanhem.

Ótima semana.

P.S se tiverem alguma dúvida, e pudermos ajudar, é só enviar =)


segunda-feira, 20 de julho de 2015

Viagens !

Boa tarde !!!

Sendo prática, como todos devem ter percebido o blog está parado a algum tempo, motivo ? Não é porque não quis postar, ou não tive tempo, bom não ter tempo é algo que já faz parte, mas, pulemos essa parte. (risos)
Na verdade a falta de postagens tem um único motivo, quando criei o blog, criei com o intuito de mostrar a trajetória do nosso primeiro lar, desde a compra até as coisas que colocamos nele, que piso escolhemos, cores, empresa de móveis, nossas dificuldades com pedreiros, nossas engenhosidades, o que íamos fazendo para deixar ela mais parecida conosco, e tudo com intuito de clarear as ideias de quem estava no mesmo barco que a gente. Porque quando entramos pra navegar no mar chamado, construindo o primeiro lar, todos os blogs que lemos nos ajudou muito, e queríamos dividir o nosso também, enfim, com o tempo alcançamos ou quase, o lar que queríamos para nossa família, concluímos nela quase tudo que queríamos, e o que não fizemos e ainda queremos fazer ficou para planos futuros porque outros planos começaram a ter mais prioridade (como viajar), e com isso não tinha novidades para postar.
E a verdade é que sinto uma falta danada de escrever aqui nem que seja de vez enquando.
Enfim...
...depois de muito conversar e tentar convencer marido (ele ainda não está muito convencido, mas...) ele concordou em começarmos a postar nossas aventuras de viagens, e é dai que vem o novo nome do blog "De tudo um pouco em família!" por que esse nome, porque vamos continuar postando as nossas aventuras na casa (quando houver), mas vamos começar a postar também nossas aventuras de viagem, e como fazemos tudo em família, então em família =).

Espero muito que gostem e que ajude vocês, clareie as idéias, e inspire-os à viajar, pois aqui a família descobriu que melhor que comprar muita coisa o ano inteiro, é economizar o ano inteiro para viajar, renova a alma, da aquele animo de levantar cedo todos os dias, dormir pouco, pra no final aproveitar as férias do sonho, e se for em família, junto com os que amamos melhor ainda né ?

Beijos a todos que me seguem, e os que começaram a seguir.


P.S Todos as postagens referente a viagem estará na página "Viagens" dessa forma fica mais fácil se localizarem, para os que querem ver coisas do apê, e para os que querem ver coisas de viagem =).

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Colocando as pastilhas na cozinha !!

Oi, como vocês estão ?

Primeiro queria agradecer a todas as visitinhas, e dizer que estou mega contente com os comentários.

Bom vou direto ao assunto as pastilhas. (O post vai ser enorme, preparem-se.)

Quem visitou o blog e fez um "tour" aqui pelo o apê viu que a coisa aqui é bem preta (no bom sentido...risos), pra mim branco só nas paredes e no quarto do bebê porque dai trabalho com cores no resto.
Sou adepta a cores forte nos detalhes, e cores forte nos detalhes é bom porque fica fácil de mudar se enjoar, e o preto é bom por isso qualquer cor ficará boa, amarelo, azul, vermelho e etc, como aqui na casinha tenho o tapete na sala de jantar/estar vermelho quis trabalhar com o vermelho na cozinha também, tava achando a cozinha sem graça meio monótona e queria o toque das pastilhas em algum lugar da casa, então pensei " por que não unir o útil ao agradável? vamos colocar pastilhas vermelhas na única parede livre da cozinha" (que não é nada, nada grande).
Como estávamos meio apertados de grana não tínhamos como pagar alguém pra fazer  então começamos a pesquisar na internet como colocar pastilhas, o grande problema era que além de nunca termos feito, a parede tinha azulejo, até achei algumas dicas de como colocar, mas não me sentia muito segura de fazer e a maioria recomendava tirar parte do azulejo "retalha-lo", mas eu e marido não queríamos esse trabalho todo nem queria muita sujeira, então uma luz brilhou na minha cabecinha (risos) eu pensei e disse:

 - Amor e se nós colocássemos as pastilhas com silicone, será que segura?! Sim porque ela é pesada.

E na hora maridinho disse: - podemos tentar, a parede não é muito grande não vai gastar muito nem fazer sujeira.

E então fomos a experiencia colocar pastilhas com silicone, sabe aquele silicone de banheiro, usado para vedar box, pias e tudo mais ?

Se alguém já havia tido essa ideia ou feito, eu não sei, mas ela surgiu aqui da minha cabecinha engenhosa...hahaha


Corremos na casa de construção e compramos vários potes de silicone, as pistolas para aplica-los, as pastilhas e vamos que vamos.

Aqui em casa usamos o Polystic para banheiros (este post não está sendo patrocinado), usamos esse pelo custo benefício e era o que já tínhamos em casa e o que fizemos o teste sim fizemos teste antes.

Então vamos ao PAP  - vocês devem estar pensando " FINALMENTE" fazer o que falo muito - 

Aqui a parede antes, sem graça... (não reparem na louça era a única foto)
Bárbara MArques


1º - aplicamos o silicone nas pastilhas, uma gota por pastilha, assim mesmo uma por uma, parece que vai demorar uma eternidade mas não, foi super rápido.

Bárbara Marques


2 - Depois colocamos na parede apertamos com bastante força seguramos por alguns segundos e deixamos lá por um dia e meio mais ou menos pra ter certeza que iria grudar e não cairia horas depois.

Bárbara Marques!


3 - feito a experiencia, deu certo não caiu?! então vamos ao resto. Prosseguimos assim, colocando uma gota em cada pastilha, tela por tela, aplicando na parede segurando por alguns segundos, e assim sucessivamente.

Bárbara Marques


 4- Partimos do ponto do teste e fomos por baixo, percebemos que foi a melhor coisa, porque pra variar um pouquinho essa viga não é 100% retinha (como todas essas paredes "bem feitas")

Bárbara Marques


 Desta forma, seguimos e podemos contornar os defeitos da parede torta.

Bárbara Marques


E tchanran depois de umas 4h de trabalho colocamos em toda a parede.

Bárbara Marques






Bárbara Marques



Bárbara Marques

5- Não podemos esquecer dos "buracos" da tomada, interfone e interruptor, como usamos pastilhas em tela, primeiro aplicamos e no dia seguinte depois do silicone bem seco pegamos o estilete e cortamos fora as pastilhas, como nem tudo são flores em um dos buracos não batia certinho uma pastilha inteira, então cortamos e depois pegamos a pastilha solta e fizemos acabamento, foi muito fácil.

Bárbara Marques


7 - Depois de uns 2 dias, pegamos o rejunte, para pastilha, esse foi o comum mesmo, não tem como fugir, e rejuntamos para dar acabamento, com tomada, interfone e interruptor no lugar a parede ficou pronta, linda, deixou minha cozinha especial e cheia de vida. =)

Bárbara Marques





Uma foto de pertinho para verem como fica perfeita.
Bárbara Marques


E a parede toda rejuntada. 
Bárbara Marques




Já faz quase 2 anos que colocamos e elas estão como no primeiro dia.

E agora não menos importante, é bom lembrar que essas pastilhas foram aplicadas desta forma em uma parede seca que não sofre com a ação do calor, água ou qualquer coisa que venha prejudicar o poder de cola do silicone, talvez se aplicar assim no banheiro não dure tanto tempo, precise de manutenção, assim como a vedação do box necessita ser refeito depois de uns anos (dependendo da qualidade do produto usado pela empresa, em meses) pela lógica as pastilhas também precisariam. 
Agora a dica é valida para ambientes como o que coloquei.

E ai o que acharam ? estou contando em primeira mão como colocamos, todos os nossos amigos falam:
  - ual ficou linda vocês são talentosos!
sabem de nada inocentes (risos)..

Espero que seja útil, beijinho ...

P.S > reparem que a coifa não estava durante o processo, é assunto para o próximo post.



quarta-feira, 23 de julho de 2014

Como ficou o papel de parede!!

Olá pessoal tudo bem ?

Quanto tempo não passo por aqui, o tempo foi passando sem que me desse conta de que faz quase um ano que não apareço por aqui, não tenho desculpas para dar só que de fato esses anos de faculdade tem me consumido, tem dias que paro somente para tomar banho, se o dia tem 24h tenho estudado pelo menos 14h, o resto do dia divido entre dormir, cuidar da casa, do filhão e do marido, mas não tenho deixado de responder as pessoas por e-mail, respondo todos que me mandam, agradeço pelo carinho, e fico muito feliz que apesar de não postar sempre as pessoas ainda passam por aqui e o meu cantinho é útil pra bastante gente.

Nos últimos meses recebi alguns e-mails a respeito do meu ultimo post de Como colocar papel de parede, e em um deles quem me escreveu cobrou que eu não coloquei como ficou o trabalho final, e como diz o título vim aqui postar o resultado final, ficou muito bom.

A foto não está de grande qualidade porque está a noite e acabei de tirar no celular.

 
Essa foto tentei tirar bem de pertinho pra mostrar, que se o desenho do papel for bem casado a junção das folhas não vai aparece só se forem colocar a cara na sua parede (risos). De fato papel de parede desenhado e casando os desenhos gasta bem mais,  mas o resultado final fica muito mais bonito.

 
 
Como o corredor é pequeno foi o máximo que consegui tirar da parede toda.

 
Espero que gostem.
 
Tinha um Faça você mesmo pra postar mas não consigo achar as fotos que tirei de todo o passo a passo quando fiz, mas eu não desisto, vou achar e posto pra vocês, são as da pastilha da cozinha que eu e meu marido colocamos, o resultado ficou ótimo, mas vou deixar os detalhes para o post, não desistam vou achar e posto mesmo que demore um pouquinho....hehehe
 
BEIJOS NO CORAÇÃO E FIQUEM COM DEUS !!!

sábado, 3 de agosto de 2013

Como colocar PAPEL DE PAREDE !!

Oii pessoas lindas ! Eu demorei mais cheguei, não tenho jeito meninas, gostaria mesmo de conseguir postar todos os dias, mas não consigo.
Mas vamos ao que interessa, como coloquei meu papel de parede, algumas meninas me perguntaram como coloquei se é fácil, e eu respondo:
- Sim é fácil colocar, mas devemos nos atentar há alguns detalhes que vão fazer toda diferença no resultado final.
 
1 - A parede; se ela está nivelada e;
 
Se estiver nivelada ótimo, vá em frente e coloque o papel que quiser, quando digo o papel que quiser é que ele pode ser desenhado ou não. Pois se ela for desnivelada (como a minha) não aconselho, escolheria um papel liso, não que não seja possível, mas dá muito trabalho, e claro se não fizer um trabalho com muita calma amor e carinho, o resultado não ficará 100%. Aqui por exemplo só vi que era "torta" quando fui pra segunda faixa, e acreditem deu muito trabalho, muito mesmo, no final ficou muito bom (modéstia eu...rs), mas em alguns momentos precisei da ajuda do marido, em outra parede que coloquei fiz sozinha e bem mais rápido.
 
2 - Lisa.
 
Aconselho a passar uma lixinha antes, para tirar qualquer pontinho que possa ter, uma lixada simples mesmo, só pra não correr o risco de não ficar bolinhas. Depois de dar aquela lixada rápida não esqueça de passar um pano úmido pra tirar o pó, para o papel aderir melhor. Se achar que não é necessário não lixe.
 
3 - Papel
O papel fica a seu critério, não podendo esquecer dos detalhes do 1, e que papel desenhado gasta mais.
 
Então vamos as minhas fotos deste momento...e ao meu passo a passo.
 
1º - Meço a parede e corto a primeira faixa de papel (acho mais bonito na vertical)
 
 
2º - com a primeira faixa cortada, vamos achar onde conseguiremos casar os desenhos.
Pode ser que consiga na ordem, como poderá ter que começar um pouco pra baixo da ponta de inicio, vá andando com o rolo, até ver onde casa.
 
 
3º- Casando os desenhos corte, pegue a 2ª faixa e e case a 3ª na outra ponta da 2ª ( a contraria da que casou com a 1ª faixa), e assim até terminar de cortar todo o papel.
 
Não esqueça de ir cortando e marcando com uma caneta, para não perder e depois ter que ficar procurando, eu costumo colocar 1, 2 (na ponta que casa com a faixa 1 que é 1 e etc...), 3...etc.
 
4º - Com tudo cortado, vamos coloca-lo.
 
5º - Materiais, Rolo ou pincel, espátula (de plástico para não correr o risco de rasgas o papel), estilete (bem afiado), e cola para papel, conselho não faça como eu em um balde, o rolo não cabe...rs
 
6º - Passe a cola no papel, sem dó.
 
 
7º - Eu costumo colocar ele na parede e depois venho com a espátula só fixando e tirando as bolhas, como coloco bastante cola, vai saindo o excesso conforme passo a espátula.
 
8º - Passando a espátula. Comece pela parte de cima.
 
Passe em tudo de cima até em baixo até colocar em toda a parede.
 
Evite colar as bordinhas que sobra, como esta que está pendurada, vai sobrar. Porque depois vai precisar cortar, e se colar depois dá mais trabalho. Deixe pelo menos de um dia pro outro pra poder cortar as rebarbas (com o estilete), assim vai ficar com o acabamento mais bonito, pois o papel meio molhado pode ficar picotado e não retinho bonitinho.
 
Se a parede estiver em perfeitas condições e dependendo do tamanho da parede, o trabalho deve levar cerca de 2h, aqui como a parede é torta tem 3,00 x 2,45 demorei 5 horas entre casar, cortar e colocar.
 
Espero que façam, e que o meu post ajude vocês nessa tarefa. E não esqueçam de  me contar como ficou ok ?
 
Beijos, Ótimo final de Semana !
 
 
 
 
 

sábado, 13 de julho de 2013

Era uma vez uma parede branca...

...Não tinha quadro não tinha  nada.
 
Como devem ter percebido todas as paredes do apartamento são brancas, tendo apenas 2 paredes com cor, que é uma no meu quarto e uma no quarto do bebê que é o fundo do "closet" dele, que acaba ficando bem sutil, apesar da cor ser forte, então as cores ficam nos objetos mesmo, optamos por essa cor por muitos motivos, acho que o primeiro deles, é um pouco de "trauma" meu (risos), minha mãe sempre foi adepta de cores fortes nas paredes, eu nunca consegui influencia-la nesse sentido, então sempre morei em casa, com todas as paredes azuis, verdes, e por ultimo antes de casar era rosa (risos), é bizarro de pensar numa casa toda azul céu não é ? então sempre pensei comigo quando tiver a minha casa, ela será toda branquinha,  também pela praticidade, é fácil e barato manter, o fato de termos um "bebê" acabamos pintando mais o apartamento que o normal, para terem uma ideia desde que mudamos a 1 ano e 7 meses mais ou menos, já pintamos o apê umas 3 vezes. por ele riscar, por vir com as mãozinhas daquele jeito, a bucha mágica até funciona, mas dependendo da sujeira e do tanto que esfrega, ela deixa marca. E a ultima delas, se um dia me der uma loucura e resolver pintar a casa toda de roxo, vai ser fácil (risos).
 
Mas chegando ao título, a parede do corredor branca sem nada, estava deixando meu corredor muito sem vida e eu precisava dar um toque nele.
 
E resolvemos esse problema. Vou deixar as fotos falarem porque eu como sempre falando pelos cotovelos.
 
 
 
Essa foi a estampa de papel que escolhemos.
 
 
Escolhi esse, porque acho que tem um toque retro, ele remete algo mais convencional, e eu tinha um quadro encostado, que achei que casaria perfeito com ele.
 
 
Marido segurando, para eu ter certeza se ia colocar ou não.
 
No final gostei do resultado e colocamos.
 
 
 
 
O Papel é exclusivo da Leroy, compramos ele pelo custo beneficio, eu mesma coloquei.
 
Espero que tenham gostado.
 
Volto logo mais, com outras novidades.
 
 
 
 
 

 

 
 
 
 

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Eu disse que ficaria por aqui nessas férias ! Senta que lá vem história.

Oi pessoas lindas, como prometi estou aqui novamente.

Me atualizei no bloguinho de vocês, e nossa como dá vontade de sair pintando o sete em casa.

Depois que passei pelo blog de vocês já inventei umas coisinhas por aqui. E olhem que estava parada a muito tempo, a ultima vez que havia inventado algo aqui no apt. foi em janeiro. Mas ler o blog de vocês me inspira.
Marido que não curte muito a ideia, de por a mão no bolso, depois de toda a reforma que fizemos, e mobília pra mudar, o homem virou mais pão duro, que nossa. Arrancar dinheiro dele pra alguma coisa pro apt. é quase missão impossível, mas com jeitinho agente consegui...rs

Mas vamos as novas, tenho algumas, fiz algumas mudanças legais tenho certeza que vão adorar, e uma delas que muitas vão querer fazer, mas essas não poderei contar hoje, tirei foto na máquina, e no celular, e quando fui descarregar a do celular estou sem itunes no computador, e só consigo mexer nas fotos com itunes, e as da máquina, a máquina está descarregada =/, mas não tem problema deixo vocês curiosas, e volto depois pra contar... =)

Mas queria compartilhar uma coisa bem legal com vocês também, não é relacionado com o apartamento, mas tem haver com faça você mesmo.

Eu tenho um bebê de 3 anos, e sempre fizemos a festa dele, desde 1 ano, primeiro porque adoro fazer decoração, pesquisar, e segundo (e o mais importante de todos) festa de criança em buffet é muito caro, aqui onde moro não se faz uma festa legal com menos de 5 mil reais. e nossa prioridade sempre foi conforto, e com esse dinheiro acho que fizemos as 3 festas..rs

O aniversário de 1 ano, fiz na casa da minha mãe, esvaziei a sala dela e fizemos a festa, sem tema, quis fazer algo neutro, azul e marrom (estava na moda), convidamos os mais próximos, e foi muito divertido, no de 2 anos, fizemos na chácara que temos no interior, fizemos o tema do circo, e ficou linda, o bebê adorou, se divertiu bastante. não foi difícil esses dois anos, os temas eram fáceis de criar e inventar, comprava tudo e fazia, só não os comes e bebes, não é um dom meu cozinhar...rs


1 ano


2 anos
terminando a decoração


Esse ano ele já tinha o personagem que ele gosta, que chama a atenção, e queríamos fazer do personagem, afinal temos que agrada-lo. O problema era o personagem, Super Mario World ele adora o jogo, adoro os bonecos. Mas só encontramos 3 empresas que tinha a decoração do tema, 1 eu amei, a outras mais ou menos, porém pras datas que queria não tinha disponibilidade, e o valor tb muito caro, bom eu achei, a que gostei me atendeu bem mais ou menos, não quis nem me dizer valores, a outra $1900,00, só decoração. e a outra $900,00 também só decoração, mas essa ultima não tinha muita coisa, só painel e display de madeira com o tema do personagem.

Mas eu teimosa e decidida a fazer do Mário falei pro namorido, porque agente mesmo não faz ? vamos comprar e fazer, tenho certeza que vai ficar bem mais barato, e vai ficar lindo. Ele sem curtir muito, aceitou, afinal iriamos economizar um bom $$.

Peguei a ideia do que tinha gostado e fui a caça de como criar aquilo com a nossa cara.

Não foi fácil, trabalhei muito muito mesmo, mas valeu muito apena.

Ficou tudo lindo. Todos elogiaram a festa.

A que gostei bastante foi essa aqui.

Imagem tirada do google.

E dai começamos a nossa ideia, o mais difícil eram as caixas, como iriamos faze-las?
E como não tínhamos ideia de como essas caixas eram feitas, criamos as nossas, fui em umas dessas lojas de embalagens, comprei muitas caixas de papelão, como não tinha exatamente nos tamanhos que eu queria, tivemos que improvisar, criei a arte com a interrogação e tijolos, e mandei imprimir, encapei as caixas e voa-la ficaram "iguais".

Depois partimos pro restante, compramos o painel que encaixa as bexigas, as bexigas, os bonecos, tudo, contratos os comes e bebes. e o resultado ficou como esperávamos, mas eu claro tinha que inventar um pouquinho mais, o que colocar nas mesas ? pesquisei, pesquisei e achei na internet esses bonequinhos lindos de papel.


Imagem tirada do google.
Não achei do Luigi =/
Eu falei pro namorido, - perfeito, são eles que quero nas mesas, ele quase desistiu de me ajudar, mas ajudou. Mandamos imprimir e fizemos 10 bonequinhos do Mário e 10 do Luigi.
Esses e os tags para doces sem dúvida deram muito trabalho, tanto que fiquei com dó de jogar fora depois...rs
Mas vamos as fotos que tenho, que não são muitas, pois temos um péssimo habito de não registrarmos bem os aniversários do bebê, acho que de cada aniversário devo ter 15 fotos no máximo, mas no próximo já falei pro marido, vamos "contratar" um amigo pra ser o fotografo da noite..rs
as caixas ainda crua


unidas por fita, para formarem cubos



e encapadas (não olhem estas foram tiradas, depois do uso, porque antes eu esqueci...rs)





E a decoração final
 Pronto para o parabéns
(detalhe o Enzo não gosta de cantar parabéns, nem pra ele nem pra ninguém)

A mesa que montamos,
o Painel também fomos nós.
Tinha uma torre de cupcake, que o fotografo esqueceu de mostrar..rs, mas dá pra ver a sombra dela ai, tb ficou linda, ah e estes eu fiz tudo, a torre e os cupcakes.


Fizemos tudo com muito amor, só não os doces...rs
Não tenho foto das mesas com os bonequinhos de papel, mas tem dois deles, ai no cantinho, perto do Yoshi.
A bexiga faltante ali, as crianças pegaram.


E a maior vantagem, ficou lindo como queríamos, muito mais barato, e ainda ficamos com as pelúcias e bonequinhos. que ele adora brincar.

"Desvantagem" - não sei bem se desvantagem, mas ficar com tudo da muito aperto no coração de se desfazer, como o bolo, estou com ele na lavanderia até hoje, tentei vender, alugar, anunciando no mercado livre mais não rolou =/, então até me desapegar (foi carinho) vai ficar lá mesmo.
e as caixas tb tenho elas por aqui ainda, me serviram durante um tempo, vou ver se tenho foto de pra que me serviram e mostro num próximo post.

E vocês o que acharam ?

Beijos no coração.